twisted-trees-slope-point-new-zealand-south-island-1Em 1991 e até 1993, foi feito um experimento em Oracle no Arizona, concebido para simular e demonstrar a viabilidade da vida humana num ambiente ecológico fechado. A ideia era fechar 8 seres humanos numa redoma de vidro criada para esse fim, onde lá dentro foram criados biomas específicos de vários lugares. Além da observação do comportamento humano e sua interação e sobrevivência também se queria estudar tipos de agricultura e as plantas. O experimento teve o nome de Biosphera. Depois de dois anos o experimento terminou, alguns participantes desistiram, as condições de sobrevivência e convívio se deterioraram um pouco. Mais tarde esse complexo foi comprado por uma Universidade e continuou a ser usado para outras experiências.

Quando, na época li sobre o assunto, uma observação do teste me chamou a atenção. As árvores plantadas nesse ambiente fechado não cresciam na vertical, elas se desenvolviam como ervas rasteiras junto ao chão, fato que intrigou demais os pesquisadores. O problema era que nesse ambiente fechado não havia vento! Essa ausência não só prejudicava o fortalecimento dos troncos e seu crescimento na vertical, como também causava outros problemas, por exemplo o das sementes se espalharem e novas plantas nascerem em espaços laterais ás plantas originais.

Da mesma forma que o vento ao balançar os troncos os faz fortalecer e crescer na vertical, a forma como nós encaramos nossas tempestades e ventos da vida, também vai nos fortalecer e fazer crescer. Os ventos são importantes à vida em natureza e à vida do empreendedor.

Das 10 características empreendedoras, tem uma que se encaixa neste exemplo, na minha opinião. É a característica da persistência. Todo o empreendedor de sucesso a tem e um dos comportamento que demonstra essa característica é que o empreendedor insiste ou muda de estratégia com a finalidade de enfrentar desafios ou superar dificuldades.

Não podemos ficar rígidos aos ventos que sopram, temos que vergar e fortalecer e crescer, galho que não dobra quebra.

Share Button

Comments are closed.

Site artístico:

Nico Moreira

support